The forgotten Light of day, waiting for me outside of this cave
  • Odysseus

Espelho do tempo na cova escura; a maldição sem solução

Atualizado: 5 de nov. de 2021

Mirror of time in the dark den; the search with no solution


(...)

Vê que agora Razão minha já se perde

Sozinho no escuro já não sei o que fazer

Mas eis que me recolho

E tiro Força do infortúnio

E o que antes não via agora posso ver


Vê que Deus mesmo me chama mentiroso

Mas mentira melhor não há

Do que aquela que engana o demônio


Vê que nesta cova escura já errar não posso

Cada palavra mal falada

Cada frase mal escrita

E já me enchem de embaraço


Se até de ladrão me chamam

Por aceitar esmola

Então já não sei o que faço


Se aceito ou se recuso

O jeito é aprender a ser livre

Onde ser livre não posso


A noite passada belas ninfas ouvi

Também senti sua beleza

O que cantavam eu aprendi

A rimar versos sem cuidado


Mas a Razão já se alevanta

Pois adorar-lhes já não posso

Vejo a maldição que carregam


Pois se sua beleza

Aos ouvidos me encanta

Já o grito não suporto


Daqui da cova escura

Sou ensinado

A conservar toda riqueza

Não o ouro

Mas a virtude

A sanidade


E eis que o ladrão

Já me rouba o entendimento

E antes o que parecia tão certo

Agora duvido

Agora detesto (...)


(...)

[1997-1999] - “Bata, e Ele irá abrir a porta”

E de tanto infeliz

Clamou a Deus e bateu à porta

E Este lhe atendeu e lhe abrigou

Deu de tudo o que do mundo não podia


E do ser que já não vivia

Surgiu nova esperança

Nova alegria

Recompensados foram aqueles

Que nunca abandonaram o confiar


Pois quem crê que Deus é bom

Mesmo estando perdido

Nunca se perde


Viveu da nova vida tudo o que pôde

A cada dia

E durante estes dias

Tinha tudo o que queria


Todo o amor que lhe cabia

Toda a palavra que entendia


[1999-2001] - "O coração selvagem que ao mundo chama"

Mas um dia apareceu

O que no coração ainda havia


E de súbito o levou ao mundo

Buscar o que queria

E foi lá que encontrou

Quem aos olhos encantou


Mas a sua beleza

O seu coração não tocou

Pois nela já não via

Tanta beleza quanto vira

Quando ninguém já mais via


O que viu foi o poder que tinha

De encerrar os homens

E de lhes escravizar o coração


Mas no fundo o que havia

Era uma beleza vazia

Que de tão vazia

Encanta até quem não conhecia


Vê agora que este é o poder que tinha

Mas até agora não sabe

De onde lhe veio tanto poder


Quando coisa certa já parecia

Que coisa alguma

O coração lhe atingiria


Muito menos

Uma coisa assim


Sem razão

Sem aviso

Que nem conhecia


Tanto que nem ao menos percebeu

O que abatido lhe havia


Só agora, quando 20 anos já sumia,

Pôde em verdade ver; quem conhecia:


- Circe, rainha feiticeira:

Aquela que pela beleza,

que tanto encanta e intriga trás

até a grandes reis imortais -


[2002-2009] - “Desapareça e Ele o fará brilhar como o sol

Foi depois quando estava só

Desaparecido do mundo

Que só então percebeu

O que lhe havia acontecido


Mas de tão acolhido que sentia

- De modo diferente todavia -

Que não se importou


Pois tinha tudo o que queria

Até mesmo o que ela jamais lhe daria


[2009-2013] - “A Queda

Foi só quando 7 anos já sumia

Que de súbito perdeu o que havia

Aí começou sua procura,

Sua agonia


Traído pelo amor que jamais vira

Vendido à escravidão agora já se via

De livre e satisfeito que sentia

A inquieto e descontente; a dor já ressurgia


E aos poucos foi perdendo

Tudo o que sentia

Até perder até mesmo

A memória do que havia


E à medida que o coração perdia

Ao Inferno descia

Mas agora pode ver

O que então não podia


Seguia apenas o que sentia

E o que queria


A primeira que o coração apontou

Foi onde mandado por outro havia

- Pois insano a todos parecia -

Mas esta não serviu

Porque de repente já sumiu


Encontrou caminho onde este não havia

E a próxima que lhe apontou o coração

Antes de ver, certeza já havia

“Esta será minha esposa

E um filho com ela eu teria”


Uma vez lhe contou seu sonho

Ela riu

“Que fantasia”

(Se isso fosse mesmo verdade...)


E apesar de nela nunca ter visto

A beleza vazia que um dia o seduziu

Via o que nunca antes conhecia


Uma mente

Um coração


Que de tanto acolher

Nem de papel precisa

Para de todos lembrar

Para de tudo reconhecer


Assim percebi quem era,

Mesmo sem ainda ver


E depois que percebi

Que grande coração

E que grande vocação

Logo de “mamãe” a chamei


Mãe daquela vocação,

Daquele talento do mundo

Que a mim já tanto encanto

Me trazia ao coração


Mas o meu coração sabia;

Já não tinha o queria:

O amor perdido

Que sozinho eu já sentira


Então quando 4 anos já sumia

Saí de lá

Mesmo sem entender

Mesmo querendo ficar


E deixei a quem mais

Admirei a vocação

Pela busca sem solução


Pois o meu coração não entendia:

Como certeza de esposa já havia

Quando na verdade

Era a minha “mãe” que eu conhecia?


Aí cessou a busca

Por esposa

Por amor


Aí desci ainda mais

No abismo sem fim


E a partir daí

Já não sentia o amor

Que só sozinho conheci


Daniel na Cova Escura - Daniel in the Dark Den
Daniel na Cova Escura - Daniel in the Dark Den

Daniel na Cova Escura - Daniel in the Dark Den

 

It Ain't Me

Johnny Cash & June Carter


Go away from my window

Leave at your own chosen speed

I'm not the one you want, babe

I'm not the one you need

You say you're lookin' for someone

Who's never weak but always strong

To protect you and defend you

Whether you are right or wrong

Someone to open each and every door


But it ain't me, babe

No, no, no, it ain't me, babe

It ain't me you're lookin' for, babe


Go lightly from the ledge, babe

Go lightly on the ground

I'm not the one you want, babe

I'll only let you down

You say you're lookin' for someone

Who'll promise never to part

Someone to close his eyes for you

Someone to close his heart

Someone to die for you and more


But it ain't me, babe

No, no, no, it ain't me, babe

It ain't me you're lookin' for, babe


You say you're lookin' for someone

To pick you up each time you fall

To gather flowers constantly

And to come each time you call

And will love you for your life

And nothin' more


But it ain't me, babe

No, no, no, it ain't me, babe

It ain't me you're lookin' for, babe





2 visualizações0 comentário