The forgotten Light of day, waiting for me outside of this cave

Quem é o verdadeiro consolador prometido? O Profeta Muhammad ou o Espiritismo?

Atualizado: Nov 9

As seguintes linhas são declaradas pelos seguidores do Profeta Muhammad como tendo sido excluídas dos Evangelhos Cristãos:


"E quando Jesus, o Filho de Maria, disse: Ó filhos de Israel, em verdade sou o apóstolo de Deus enviado a vós, confirmando a lei que foi entregue antes de mim, e trazendo boas novas de um apóstolo que virá depois de mim, e cujo nome será AHMED."


No presente texto que contém a profecia de Jesus a respeito de um consolador que viria depois dele, é ainda afirmado que a palavra consolador deveria ser traduzida como ilustre e que tinha uma referência direta a Muhammad; também que as línguas de fogo que desceram sobre os apóstolos no dia de Pentecostes de forma alguma poderiam ser interpretadas como significando o consolador prometido. Quando questionados, entretanto, por uma prova definitiva de que os Evangelhos originais continham essas chamadas referências expurgadas a Muhammad, os muçulmanos fizeram uma contra-demanda para a produção dos documentos originais sobre os quais o Cristianismo foi fundado. Até que tais escritos sejam descobertos, o ponto em disputa deve permanecer uma fonte de controvérsia.


Os Ensinamentos Secretos de Todas as Eras, Um Esboço Enciclopédico de Filosofia Simbólica Maçônica, Hermética, Kabalística e Rosacruciana, Sendo uma interpretação dos ensinamentos secretos ocultados nos rituais, alegorias e mistérios de todas as eras. Por Manly P. Hall, San Francisco. Impresso para Manly P. Hall pela H.S. Crocker Company, Incorporated. MCMXXVIII. Versão de e-book, página 596.


Não sei se os srs. sabem, mas o espiritismo de Kardec e outras doutrinas que cultuam os espíritos dos mortos possuem enorme aceitação aqui no Brasil. E eu estou enfrentando um conflito enorme aqui entre os familiares por causa de religião. A minha família é profundamente espírita, mas eu abandonei o espiritsmo aos 18 anos, mas fui tolerante até o ano passado, depois de uma traição muito séria que eu não posso mais ignorar. Agora eu assumi a minha religiosidade e estou enfrentando sozinho conflito nesse mundo e o no mundo dos mortos, com espíritos de feiticeiros desencarnados que constantemente vigiam o que faço e falo aqui no meu quarto. E eu não posso fazer nada. Enviei emails e mensagens de ajuda, mas até agora não houve resposta.


Uma experiência até hoje, não interpretável

Em março de 2009, logo após haver contado ao meu pai da desistência do curso que ele havia pago para mim, eu tive a visão de 3 eventos futuros:


1- O meu pai vai ganhar na loteria (não soube quando). Hoje sinto que será em novembro, mas é incerto porque sinto também que o meu destino é inaceitável e eu não conheço que coisa é a minha alma;

2- A esposa do meu irmão secundogênito será assassinada (não sei quando, nem onde, nem por quem);

3- A namorada do meu irmão primogênito vai abandoná-lo. (na época, o meu irmão estava com outra namorada, de mesmo nome).


Na época não havia nenhuma hostilidade entre mim e os meus irmãos. Estava há 7 anos isolado do mundo, vivendo um amor abstrato, invisível. Não pensava em nada das coisas divinas propositadamente, nem pesquisava a respeito.


Até hoje, essa certeza insistente permanece na minha memória, passivamente.


Eu acredito que essa poderia ser uma oportunidade tanto para preparar emocionalmente alguém que futuramente passará por uma experiência terrível (ou talvez poder evitá-la), quanto para reforçar o poder de Deus sobre o destino das pessoas e a fragilidade da liberdade do ser humano.


Ou talvez seja alguma influência espiritual maligna persistente.


O meu irmão secundogênito, como muitos, estão enganados ao afirmarem que não existe a habilidade de prever o futuro. O nome dessa habilidade é profecia. O meu irmão sabe, ou deveria saber, que de profetas a cartomantes possuem essa habilidade, de um modo ou de outro. Inclusive o profeta Daniel previu a ordem dos eventos do fim do mundo.


Fiquei muito desapontado com o meu irmão ao perceber que defende a psiquiatria. Muitos que têm verdadeiro potencial de desenvolvimento espiritual são desviados desse caminho por psiquiatras. A psiquiatria, como o meu irmão deveria saber, nega qualquer coisa que não seja o seu ponto de vista materialista, que afirma que a verdadeira causa dos estados mentais e emocionais está em hormônios e em processos físicos em geral.


O meu irmão sabe, ou deveria saber, que esse ponto de vista é um equívoco, porque realmente ignora a verdadeira causa. A ciência da saúde mental realmente não tem o conhecimento de causa. Isso ele realmente deveria ter em mente, já que é uma das afirmações que o idolatrado dele, V.M. Samael, afirma nos seus livros.


Mensagem ao meu amigo sobre a idolatria

A idolatria é mesmo um mal terrível que corrompe o coração. E a consciência da verdade. O sr. não imagina o tipo de tormentos mentais e emocionais e as sensações físicas e o tipo de humilhação que já tive e tenho que enfrentar por causa desse mal. Deus é severo comigo por causa desse mal. Porque não faz parte da minha natureza. Deus não permite, nunca permitiu que cresça a árvore má da idolatria na minha vida. Tanto no mundo interior (microcosmo hominal), quanto no mundo exterior (macrocosmo mundial).


Para o espiritismo, o Consolador é a própria doutrina espírita.


Na Bíblia, ele é chamado também de Espírito de Verdade, Espírito Santo, Paráclito e Advogado (João 14: 26). O Espírito de Verdade, de 15 em 15 dias, manifestava-se a Kardec, quando ele iniciou os trabalhos como codificador da doutrina espírita.


Há vários exemplos de que o Espírito de Verdade é o próprio Jesus, tanto em livros da Bíblia como nos da codificação espírita. “Eu voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estiver, estejais vós também” (João 14: 3). E ele avisou a Kardec que o Consolador prometido seria enviado, ou seja, a plêiade de espíritos iluminados transmissores da doutrina espírita, que complementa ou esclarece mais o ensino evangélico. Foi o Espírito de Verdade que chefiou os espíritos iluminados que se manifestaram a Kardec através de médiuns de cerca de 40 países. E o ensino evangélico deles era igual, o que comprova a sua universalidade. Kardec não aceitava como verdade um ensino isolado de um só espírito. Daí que as pesquisas dele, nessa área, eram muito trabalhosas e, portanto, muito sérias e convincentes. Assim é que ele é considerado o pioneiro da chamada espiritologia.(...)


“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, de Kardec


Muhammad (Profeta), Caligrafia Islâmica. O profeta, o consolador (ilustre) prometido por Jesus
Muhammad (Profeta), Caligrafia Islâmica. O profeta, o consolador (ilustre) prometido por Jesus

22 visualizações0 comentário