The forgotten Light of day, waiting for me outside of this cave

Samson Falls in Love with Delilah in the Valley of Sorek; O homem só, é só uma metade

At this moment, here, now... I believe in the woman beside me

“É só?

É neste horário que o meu momento começa.

Na tentativa de organizar minimamente minha casa, tarde da noite quando os filhos dormem.

O valor do silêncio diante de tantos barulhos.

Tal como as bordadeiras, os lavradores, os garis, nadadores... encontro algum espaço para pensar, já que é o meu corpo que está em movimento.

Uma das coisas mais belas que vi nos últimos dias veio do artista Leonardo Ladislau.

Só uma imagem. Vai até a rua, e com varetas e cordas faz imensas bolhas de sabão. Que naturalmente... estouram.

Há apenas um olhar. Uma expressão séria não calculada. É só.

Nada mais falou tanto comigo.

Para além dos significados mais evidentes, algo em cada um de nós se rompeu.

Uma camada fina que nos sustenta chamada ilusão.

Amanhã estará tudo bem....

As coisas estão minimamente organizadas....

Vou encontrar do jeitinho que deixei...

Não há nada de novo.

Os médicos atendem aos doentes. Alguns morrem.

O que assusta é a quantidade.

Muito mais do que se pode suportar.

Sim, não há nada de novo.

Perdas

Inseguranças

Mudanças

Mortes

Fome

Dor

Sim, o que assusta é o muito mais do que eu possa suportar.

Quando acordo preciso de alguns segundos, às vezes de alguns minutos para integrar esta nova realidade.

Sim, está acontecendo.

De longe a vida parou.

O horror ainda se encontra na T.V.

Invisível ou pasteurizado para nós.

É lá longe.

É lá fora.

Ou está em todo lugar.

Significar, significar, viver, viver.

Sinceros são os meus filhos que passam o dia a pedir peito e colo.

Necessitamos todos do lugar seguro."


Eu sinto e também vi: Você espera da vida Mais do que a vida Tem a oferecer.

Não, a vida não "É só" isso. Mas se você não acorda, A vida passa. Aí sim, a vida fica "Só nisso".


“Alguma coisa as vezes muda de uma maneira tão intensa internamente que não tem mais volta ao estado anterior.”


Dependendo em que direção estamos na vida,

Mudar intensamente

Pode ampliar ou reduzir a consciência.

Tanto, que nem se percebe

O estado anterior

"Você está acordando?

Ou está caindo

Num sono mais profundo?"


“Sua mãe sempre dizia, quando lhe indagava sobre as coisas da vida :

- Filha nada como um tanque de roupas pra deixar “tudo mais claro”. E falava todo o processo de lavagem da calça jeans à camisa pra ficar branquinha. Assim era com o arear panelas, limpar a casa, sentar só final do dia e escutar as 4 estações de Vivaldi, leia Krishnamurti ( Bion adorava!)… (quanta herança afetiva)

ficava bem incomodada, com está fala tão doméstica de sua mãe . Hoje lembra do “tudo mais claro” e pensa como sua mãe era sabia.”


O indivíduo deve agir por convicções internas, e não por convenções externas. "Ninguém põe remendo de pano cru em vestido velho; senão, o remendo arranca parte do vestido e fica pior o rasgão. Nem se deita vinho novo em odres velhos; do contrário, rebentam os odres, vaza o vinho e perdem-se os odres. Não, o vinho novo deita-se em odres novos, e ambos se conservam”. (Mt 9,14-17)

Eu ainda fico muito incomodado com a minha mãe. Mas apesar de onde a minha vida me levou, eu tenho que ter a força e a esperança, e conseguir acreditar que a minha mãe, meu pai e Deus são sábios.


"Tem pessoas que despertam nossas levezas. Pessoas raras...”


Tem pessoas que mesmo carregando o peso da cruz de todos os erros do mundo nas costas, ainda pode dizer na cruz esperando a morte, a quem tem a mesma sorte: "Ainda hoje estará comigo no Paraíso."


"Existem pessoas que se comparam o tempo todo. Os voos nunca são os mesmos. Se houve um tempo em que para a criança os pais eram modelos, chega o dia em que tomar as rédeas de si mesmo torna-se importante pro desenvolvimento psíquico. Aí o padrão que foi útil um dia, perpetuando-se, pode virar uma fonte profunda de frustração . A comparação com o outro e balizar-se como superior ou inferior, em relação às suas características físicas, financeiras ou intelectuais, se, sistematiza-se na vida, impede que potencialidades se sobressaiam e permitam a realização dos próprios desejos.”


Uma maldição ainda me acompanha, herdada de pai e mãe e ainda é o meu terrível lugar no mundo:

"Eu nunca sou bom o suficiente no que faço, não importa o quão bom eu seja!"

https://www.daniyeldanieldaniyal.com/post/nunca-vão-entender-indignação-diante-da-indiferença-de-pai-e-de-irmãos-a-queda-na-autorejeição


Onde estou, errar é e sempre foi, -e só pra mim- o proibido!


Tanto que agora, a crítica que faço, leve ou dura, mas justa, causa tanta indignação, tanto embaraço, que fogem todos os insolentes e os descrentes; indignados e embaraçados!


Minha maldição de tão grande, que Deus teve piedade e a minha crítica de tão justa, que usa para mudar o mundo!


Escrevendo o que é certo, do jeito errado. Escrevendo certo por linhas tortas.


O homem só, é só uma metade

Mas há metade que completa E há metade que estraga!


Que embaraço tão cruel você me causa agora!


Quando te vi, eu não te vi chegando E não te vi partir, De tão cego que eu estava!


E sinto também e agora vejo: Você tampouco me viu Chegando ou partindo.


De tão desaparecido, Que eu no mundo, estava!


Então a gente se perdeu! Eu morri para quem eu era! E você, ainda não sei O que lhe aconteceu.


Parece aqui, que também renasceu. De algum modo, e por algum motivo Se abriram mais, os olhos Se abriu mais, o coração!


Eu nunca liguei Do meu amor, possuir. Nunca fez falta Ter alguém do lado.


O que eu não via É que você, eu sempre tive. -Alegria do meu coração!- Sempre tive ao meu lado.


Apesar de não saber E não perceber.


Mas como dói, às vezes Para mim perceber E agora, também saber: Eu podia ter você também Agora, do meu lado.


Mas com certeza agora, Isso não vai acontecer!


“Atrações físicas são comuns e tem sua função, mas, as afinidades, estas, são raras e sofisticadas.”


O amor é a coisa mais simples.

A mente é que torna tudo complicado.

Freud explica, mas não entende!


Quem ama só a diferença Sempre vai encontrar o amor Raro, sofisticado, ausente


Então, pela pobreza do sentimento, trocando o certo pelo errado, Troca amor por sexo. Vende o seu coração.


No começo, Isso "é comum e tem a sua função"


Depois, com a experiência, O comum fica insuportável E perde tudo a sua função.


De tanto trocar o certo pelo errado, Trocar amor por sexo, Vender o próprio coração!


“A experiência emocional com o analisando é de muita singularidade. As inquietações que dizem respeito a este encontro, que é único, que não é igual ao anterior e nem será igual ao próximo, visto que o futuro é uma ficção e o passado uma experiência a ser re pensada. As respostas as nossas indagações ? Aprendemos com Bion.

Aos psicanalistas,

ele disse :

Leiam pessoas ,não livros.”

Fotografia-um certo lugar dentro / Itália


“Quem conhece os outros é instruído, quem conhece a si mesmo é sábio.”

— Lao-tse

Pois por realmente conhecer a si mesmo, pode e conhece também a todos os outros. Muitas vezes, mais do que os outros mesmos conhecem a si mesmos.


“Que quer dizer "cativar"?

- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços".

- Criar laços?

Exatamente, disse a raposa. Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim o único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…”

“O pequeno principe” de Saint Exupery


Laços não se criam, laços estão e sempre estiveram alí, em mim e em ti.


Laço é o que é comum em mim e em ti. Não o que é exclusivo, não o que é diferente.


O sábio reconhece e vê: O que há em mim, reconheço e vejo, também em você.


Esse é laço verdadeiro. De dentro para fora.


O que destrói qualquer laço É a perda da consciência.


O que não vê nenhum laço É o poder da ilusão da mente Que vê só a diferença, Só o que é separado.


O que odeia qualquer laço É o coração arrogante Que ama só a diferença, Só o que é separado.


Quando procurava amor verdadeiro em app de namoro

Estava tão cego e de coração destruído,

Que confundia e não sabia

O papel de cínico que eu fazia:

Há dois anos nós nos encontramos num desses apps. Eu estava cego e peço perdão. Sei que eu não te magoei porque eu desisti antes de começarmos qualquer coisa. Exceto com uma. Mas eu me machuquei tanto, procurando alguma coisa verdadeira naquele ambiente onde só existe falsidade, que só um milagre recupera em mim o que foi perdido. Estou tentando me reconciliar com o meu coração e com Deus por aqueles quatro anos de insanidade que tomaram conta de mim.

O mal do(nosso) passado não pode ser mudado. Mas se não for superado, continua destuindo o(nosso) presente.
O mal do(nosso) passado não pode ser mudado. Mas se não for superado, continua destuindo o(nosso) presente.

Jezebel,

o que eu fiz Deus perdoa,

Mas o que estava no meu coração, 

Deus não pode perdoar.

Por isso, meu corpo todo foi lançado 

no fogo do inferno.


E só vai sair, 

depois que todo o mal for consumido,

Destruindo o mal que entrou pelos olhos,

com o coração corrompido.

Quando eu e você estivemos juntos,

no nosso amor corrompido.


Até o meu próprio coração

foi tão machucado e espancado

que tanto sofreu,

Que o meu coração todo se perdeu!


Tanto que até quem me seguia 

e em meu coração mais confiava,

Agora desconfia, 

aterrorizado pelo mal que dali nasceu


Mal que cresce a cada dia,

Pois não vejo ninguém aqui

Que disso se compadeceu.


Apenas se preocupam 

com a imagem própria

Ou com o interesse próprio!


Ou até não vêem que isso é sério!

Não é loucura nem é história bem escrita!


Talita,

Quando nós começamos os atendimentos, na época eu sentia o maior prazer em compartilhar o que eu sentia e pensava com você. Depois, isso foi morrendo e foi surgindo o meu outro lado.

Quando eu abandonei os atendimentos, eu fiz por impulso. Depois disso, o sentimento terrível de não fazer parte do mundo e a desconfiança contra todos só aumentou.

Eu sei que eu escrevi algumas coisas contra a influência que você teve na minha vida e contra a psicoterapia em geral. Sei também que quando eu falo ainda na maioria das vezes eu passo por hipócrita e não me levam a sério. Isso porque eu não estou maduro, eu não encontrei a mim mesmo ainda.

Jose Echenagusia, 'Samson and Delilah' (1887)
Jose Echenagusia, 'Samson and Delilah' (1887)

4 visualizações0 comentário